FECHAR X
Digite aqui a sua busca
s
FECHAR X
(31)99984-8756
(31)2510-6936
regina@reginaribeiroadvogados.com.br
Rua Santo Antônio do Monte, 225
Santo Antônio | CEP 30330-220
Belo Horizonte | MG
(31)99984-8756 | (31)2510-6936 | regina@reginaribeiroadvogados.com.br
Rua Santo Antônio do Monte, 225 - Santo Antônio | CEP 30330-220 | Belo Horizonte | MG

Hospital Universitário de Santa Maria é absolvido de suposto erro médico

PUBLICADO EM 5 de maio de 2016

O Tribunal Regional Federal da 4ª Região (TRF4) julgou procedente, na última semana, recurso do Hospital Universitário de Santa Maria (HUSM) e reformou sentença condenatória por erro médico em um parto no qual o bebê teve asfixia e paralisia cerebral.

Conforme a decisão, de relatoria do desembargador federal Ricardo Teixeira do Valle Pereira, o hospital realizou todos os procedimentos padrões, não podendo ser responsabilizado pelas complicações sofridas pela criança.

Os pais ajuizaram a ação na Justiça Federal de Santa Maria alegando que a complicação teria sido causada pela demora na realização do procedimento. A sentença, favorável aos autores, levou o HUSM a recorrer ao tribunal.

Segundo o desembargador, a prova pericial demonstrou que o tempo decorrido entre a chegada da autora e a decisão pela não realização de parto normal foi precedido de acompanhamento dos batimentos cardíacos do nascituro, e que não foi possível constatar o sofrimento fetal.

Além disso, Pereira ressaltou que o histórico de exames e o acompanhamento clínico da gestante não demonstraram necessidade de atenção especial. “Podemos extrair das provas nos autos que o sofrimento fetal somente foi possível de ser diagnosticado durante o próprio trabalho de parto, afastando-se assim qualquer possibilidade de se afirmar que o procedimento foi realizado com atraso”, concluiu.

“Não se vislumbrando o nexo de causalidade entre o atendimento médico-hospitalar na efetivação do parto e as limitações de saúde vivenciadas pelo autor desde o nascimento, não há se falar em danos materiais e morais a serem indenizados pela Universidade Federal”, concluiu Pereira.

50072795120114047102/TRF
fonte: http://www2.trf4.jus.br/trf4/controlador.php?acao=noticia_visualizar&id_noticia=11482

Tags:, , , , , , , , , ,

ARTIGOS RELACIONADOS